Vertical Mas La Plana – Torres

De 2009 a 2012, Miguel Torres Maczassek liderou a Torres Chile. Este período foi marcado pelo compromisso com a sustentabilidade, viticultura orgânica e implantação do “fair trade” e criação de vinhos que retornavam parte de suas vendas para o benefício de ações de cunho social elegidos pelos colaboradores da empresa. Num ano foram a implantação de hortas orgânicas para as famílias dos colaboradores, outras vezes foram a construção de um campo de futebol numa comunidade onde viviam muitos trabalhadores da empresa e em outro ano a construção de uma ponte que economizaria 30 minutos de caminhada para famílias da comunidade chegarem ao posto de saúde. Conhecer Miguel e suas iniciativas na Torres Chile é ver que o vinho faz mesmo bem ao coração.

Em 2012 Miguel foi chamado de volta à Espanha para assumir a direção geral do Grupo Torres, um dos maiores grupos vitivinícolas do mundo. Hoje, Miguel Torres Maczassek representa a 5a geração familiar e une o compromisso com o meio-ambiente de seu pai, a capacidade de gestão capacidade de gestão e uma profunda sensibilidade ao o vinho. Ano passado quando visitamos a Torres na Espanha tivemos a idéia de convidá-los a apresentar uma vertical do ícone Mas La Plana no International Tasting. Foi uma surpresa e uma honra que Miguel tenha dito que viria conduzir a degustação pessoalmente. Mas La Plana foi um vinho que marcou a geração de seu pai à frente da empresa e lançou o nome Torres ao reconhecimento internacional. Don Miguel Torres (o pai) criou um 100% Cabernet Sauvignon na Cataluña, algo completamente inusitado e recebido com ressalvas por outros produtores da região.

E este varietal single vineyard, com sua safra 1970 triunfou na Paris Wine Olympiad sobre alguns dos grandes ícones de Bordeaux., mostrando que a Torres era capaz de produzir vinhos de classe mundial. Mas La Plana continua fiel às suas origens, um clássico capaz de vencer o tempo com galhardia e que por decisão da família mantém-se um ícone, com pouca produção, e surpreendentemente acessível em preço, afinal Mas la Plana é tratado como um “statement” de uma geração e não um produto.

Eduardo Milan descreveu assim a safra 2013 que recebeu AD 94pts: “Tinto elaborado exclusivamente a partir de uvas Cabernet Sauvignon, cultivadas no vinhedo Mas La Plana, plantado na década de 1960, com estágio de 18 meses em barricas de carvalho francês 85% novas. O trabalho minucioso tanto no campo quanto na cantina é percebido no equilíbrio e finesse do conjunto. Mostra sedutores aromas de amoras, de cerejas e de cassis acompanhados de notas florais, de cedro, de especiarias e de ervas. Impressiona pela textura de taninos e pela vibrante acidez, tudo num contexto de muita precisão. Compacto e profundo, tem final agradável, com toques salinos e de grafite.”

Miguel Torres Maczssek planeja compartilhar conosco as safras 1977, 1989, 1999, 2006 e 2013.

COMPRE SEU INGRESSO

 

ADEGA INTERNATIONAL TASTING 2018
DIAS 10 E 11 DE NOVEMBRO
HOTEL UNIQUE – SÃO PAULO – SP

Close
Inner Editora Ltda. 1997-2018 | Fale Conosco | Tel: (11) 3876-8200
Close